Home » Posts tagged 'estética'

Tag Archives: estética

العربيةEnglishFrançaisDeutschGreekItalianoPortuguêsEspañol

Núcleos de Pesquisa

Antígona: laboratório de filosofia e gênero

Centro de Filosofia Brasileira

Laboratório KHORA de Filosofias da Alteridade

Laboratório de Filosofia Contemporânea

Núcleo de Ética Aplicada

Ousia

Seminário de Filosofia Jurídica e Política

CEFM
Politeía: Laboratório de Política e Metafísica

Periódicos


Aisthe

Anais de Filosofia Classica

Diversitates

Revista Ítaca

Logica Universalis

Revista Redescrições

Trágica

------------------------------------------

Seminário OUSIA : Platão e as poéticas antigas 31/10-01/11

O Laboratório

 

convida para o seminário:

Aristophane dans le Banquet de Platon

Rossella Saetta Cottone – CNRS – Centre Léon Robin

Terça-feira 31/10 e Quarta-feira 01/11 – 10:00-12:00

L’Esthétique du livre II des Lois de Platon

Emmanuelle Jouët-Pastret – Univ. de Lorr

Quarta-feira 01/11 – 14:00-16:00

 

Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da
Universidade Federal do Rio de Janeiro
Largo de São Francisco n.1 – Centro
Laboratório OUSIA- sl. 325 D

COSMOLOGIAS POÉTICAS

Atividade de Extensão da Linha de Estética em parceria de diversos Programas de Pós-Graduação com o

Centro Cultural Municipal Hélio Oiticica.

Oficina relacionada ao Projeto dos Dicionários dos Intraduzíveis.

Cosmologias Poéticas

6-11/11 Colóquio REVOLTAS URBANAS: Políticas e Poéticas

 

O simpósio, realizado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, com apoio do Collège International de Philosophie e do Consulado Francês do Rio de Janeiro, reunirá pensadores brasileiros e de vários países com experiência de reflexão ou testemunho sobre as várias manifestações e revoltas em vários lugares e contextos: a Primavera Árabe na Tunísia, Maidan, na Ucrânia, A praça Tahir, no Egito, O parque Gezi em Istambul, a revolta do Vinagre e as reivindicações de mobilidade urbana no Brasil, etc. Convidamos também vários artistas que contribuíram tanto para as ações ou as representações de ações: cineastas, produtores de vídeo, coletivo de poetas e artistas, etc.

O evento tem grande relevância para os estudos de Estética, Filosofia Política, Ciências Políticas, Ciências Sociais e para a inserção acadêmica na reflexão sobre a cultura e a política urbana no espaço público.

O evento incluirá diferentes intervenções: mesas-redondas e conferências acadêmicas na Universidade Federal do Rio de Janeiro, exposições e apresentações artísticas no Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica, sessões de vídeo e cinema na Maison de France (Consulado francês no Rio) e uma grande mesa redonda, na quadra do GRES Estação Primeira de Mangueira, que abrirá a Festa Literária das Periferias (FLUPP) de novembro 2014.

informações e inscrições clique aqui

Data: 6 a 11 de novembro de 2014

Programação

Quinta 06/11 Sexta 07/11 Segunda 10/11 Terça 11/11
  UFRJ/IFCS

Conferências

Intervenções e Poesia no Hélio Oiticica
10h0012h30  Rodrigo Nunes

Ordem/Desordem

Tatiana Roque

Diagrama X Programa

Safaa Fathi

Praça Tahir

 

Mediador:

Fernando Santoro

   


15h0016h30  Pablo Ortellado

Passes impasses

Constantin Sigov

Maidan

Giuseppe Cocco

Jornadas de junho

 

Mediadora:

Fernanda Bruno

  Maison de France

Festival de filmes

17h0019h30    Safaa Fathi : Atravessando Muros, a Revolução

Fernando Santoro: Falange Poesia

Pablo de Soto: #GlobalRevolution

Fernanda Bruno: Atlas #ProtestosBR

Mangueira

Mesa redonda na FLUPP


Locais

Conferências: Quinta, 06/11 das 10h00 às 17h00
UFRJ – Instituto de Filosofia e Ciências Sociais/IFCS, Sala Celso Lemos (terceiro andar), Largo de São Francisco , n.1 Centro

Intervenções e Poesia: Sexta 07/11 às 17h00
HO – Centro Municipal de Artes Hélio Oiticica, Rua Luís de Camões, 68. Centro.

Filmes: Segunda 10/11 das 15h00 às 17h00
Maison de France, Av. Presidente Antônio Carlos, 58. Centro.
Editar

17/10 O espelho negro : indagações sobre o lado obscuro do reflexo. Conferência de Arnaud Maillet (Universidade de Paris I, Sorbonne)

 

O espelho negro : indagações sobre o lado obscuro do reflexo.

Dos espelhos de obsidiana da proto-história encontrados em Anatólia ao espelho asteca do Dr. John Dee, que pertenceu ao século XVIII, ao célebre amador de arte e de ocultismo, Horace Walpole, o espelho negro serviu à necromancia ou, dito de outra forma, a invocar a alma dos mortos.
Mas o espelho negro foi também o que se chamou de espelho de Claude, isto é, o espelho que os pintores e os amadores do pitoresco gostavam de utilizar para idealizar e estetizar a paisagem refletida em seu interior, ao modo como Claude Lorrain escurecia justamente suas pinturas de paisagens.
Esta visão estética do mundo constitui uma maneira de se apropriar da visão, de transformar um país em paisagem, de remodelar o mundo reduzindo formas a figuras e cores a valores. Mas é também transformar uma paisagem pastoril em paisagem sublime, o sublime sendo o gosto estético pela obscuridade, o infinito, o perigo e a morte.
Entrar no espelho negro é entrar simultaneamente na prática dos pintores e na teoria da arte e na estética, mas é também entrar em todo um mundo oculto da cultura ocidental.
Invocar o espírito dos pintores no espelho negro é assim uma experiência especular abissal que não deixará jamais incólume aquele que a ousa tentar.

*Arnaud Maillet é professor na Universidade de Paris I – Sorbonne, onde desenvolve pesquisas em torno das relações entre arte, ciência e magia vinculadas à história do olhar e à cultura visual. É autor de diversos ensaios, como “A imaginação caleidoscópica” (Grey Room, n° 48), “A Imagem científica face ao obstáculo epistemológico: a lógica do paliativo” (Revue du Institut National d’Histoire de l’Art, n°67), e dos livros “Próteses Lunáticas: os óculos, da ciência aos fantasmas” (Ed. Kargo/Amsterdã, 2007), e “O Espelho Negro: indagações sobre o lado obscuro do reflexo” (Paris, Ed. Kargo/L’Éclat, 2005).

**Conferência com mediação e tradução consecutiva de Ieda Tucherman (PPGCOM/UFRJ)

Data: 17 de outubro de 2014.

Horário: 18h00

Local: Auditório da Central de Produção Multimídia/CPM da Escola de Comunicação da UFRJ. Campus da Praia Vermelha. Av. Pasteur, 250. Urca. Rio de Janeiro.

Realização: Programas de Pós-graduação em Artes Visuais (PPGAV), em Comunicação (PPGCOM-ECO) e em Filosofia (PPGF)
 da 
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO (UFRJ), em parceria com a Escola do Olhar do Museu de Arte do Rio (MAR)

08 a 11/10 Colóquio Internacional Arte, Estética e Política : diálogos com Jacques Rancière